amar verbo atemporal

Como se não houvesse amanhã -  20 contos inspirados em músicas da Legião Urbana

(Rio de Janeiro: Record, 2010)

Organização de Henrique Rodrigues

 

* * * * *

 

O livro reúne vinte histórias inspiradas em músicas da Legião Urbana, cada uma escrita por um autor diferente. Além de ser uma homenagem à banda que se tornou um mito, o livro é também uma amostra do que há de melhor na literatura brasileira contemporânea.

Os autores: Alexandre Plosk ("Que país é este"); Ana Elisa Ribeiro ("Andrea Doria"); Carlos Fialho ("Faroeste Caboclo"); Carlos Henrique Schroeder ("Há tempos"); Daniela Santi ("Será"); Henrique Rodrigues ("Acrilic on canvas"); João Anzanello Carrascoza ("Pais e filhos"); Manoela Sawitzki ("Giz"); Marcelo Motinho ("Vento no litoral"); Mariel Reis ("Música de trabalho"); Maurício de Almeida ("Sagrado coração"); Miguel Sanches Neto ("Meninos e meninas"); Nereu Afonso da Silva ("Ainda é cedo"); Ramon Nunes Mello ("Sereníssima"); Renata Belmonte ("Por enquanto"); Rosana Caiado ("Eduardo e Mônica"); Sérgio Fantini ("Música Urbana"); Susana Fuentes ("Quando o sol bater na janela do seu quarto"); Tatiana Salem Levy ("Tempo perdido") e Wesley Peres ("Monte Castelo").


BIGtheme.net Joomla 3.3 Templates