Matérias

Por Júnior de Paula

 

Amanhã Renato Russo faria 50 anos e as homenagens vão ser incessantes. Merecidamente. Uma das mais bacanas veio pelas mãos de uma nova geração de escritores reunidos na antologia Como se não houvesse amanhã, da Editora Record. Trata-se de um livro de contos organizado por Henrique Rodrigues com 20 histórias inspiradas em músicas da Legião Urbana. Ramon Mello optou por transformar em prosa os versos de Sereníssima. “Quando adolescente, eu achava que ia ser o Renato Russo. Passava as tardes ouvindo os discos da Legião Urbana, que herdei de um tio, em uma vitrola velha”, relembra. Olhando para o futuro, Ramon trabalha na adaptação teatral do romance Todos os cachorros são azuis, de Rodrigo de Souza Leão, morto em julho de 2009, e organiza o último romance escrito por Souza Leão, Me roubaram uns dias contados.

[Heloisa Tolipan - Jornal do Brasil - 26/03/10]


BIGtheme.net Joomla 3.3 Templates